Notícias
Escrito por FENADADOS  19/07/2017
Dataprev - empresa não apresenta proposta econômica
Crédito : Nando Neves

Durante a 4ª mesa de negociação da Campanha Salarial 2017 dos trabalhadores e trabalhadoras da Dataprev, realizada hoje, 19/07, na sede do Sindpd-RJ, a representação da empresa propôs a manutenção integral das cláusulas do Capítulo VI do Acordo Coletivo de Trabalho  vigente. Além do mais, retirou a solicitação de mudança na redação da cláusula 52 do Capítulo V, que trata das Condições de Trabalho e Saúde. Com isso, a empresa terminou a fase de repassar as cláusulas e não propôs a retirada de nenhuma cláusula do Acordo vigente. 

A Dataprev alega que ainda não tem autorização governamental para apresentar proposta econômica, o que se espera seja apresentado em próxima mesa de negociação, a ser realizada no dia 10 de agosto, às 10 horas,em Brasília.

A representação dos trabalhadores reafirma a manutenção das 61 cláusulas repassadas  nas quatro mesas de negociação realizadas até a presente data, mas insiste nas reivindicações novas, que a Dataprev sequer se dispôs a negociar.  Neste ponto, a empresa se comprometeu reavaliar a questão no que toca à vigência do ACT por dois anos. A Fenadados e os sindicatos a ela filiados mantiveram as reivindicações totais da pauta apresentada à empresa em março. A empresa afirma que, apesar de terem sido revistas por capítulo, a renovação do conjunto das cláusulas terá que ser feita em consenso, no decorrer das negociações e ao fechamento do Acordo Coletivo. 

Participação nos Lucros e Resultados

A representação dos trabalhadores e trabalhadoras questionou a empresa sobre a divulgação unilateral do pagamento da PLR 2016, sem a devida apresentação dos detalhes à representação da Fenadados, com o agravante que logo após o anúncio do pagamento, a Dataprev voltou atrás, causando frustração ao quadro funcional, que contava com a verba. A empresa explicou que o problema foi causado por burocracia do Ministério e do CEST, que solicitaram novas informações para liberar o pagamento. A Fenadados solicitou que a PLR seja quitada em folha suplementar no mês de agosto.

Trabalhadores da Junta de Recursos da Previdência Social (JRPS)

A representação dos trabalhadores e trabalhadoras questionou a situação dos trabalhadores devolvidos e solicitou da Dataprev informações completas sobre a posição do quadro em cada Estado, com quantitativo e situação desses trabalhadores. Reafirmou ainda a reivindicação para que a empresa se empenhe em realocar todos os trabalhadores nesta situação, sem que nenhum seja prejudicado.  

Programa de Demissão Incentivada (PDI)

Embora não negocie a demissão de nenhum trabalhador ou trabalhadora, a representação dos trabalhadores e trabalhadoras questionou a Dataprev sobre a pouca transparência no processo, que inclusive coibe a categoria de manter ações trabalhistas contra a empresa, reivindicando direitos conforme determina a Lei.

Clique aqui e leia a ata da reunião

 

Assista ao vídeo produzido pela Fenadados em apoio às mobilizações marcadas para este 8 de março e contra as reformas da previdência e trabalhista.

Fenadados no Facebook


Entre em contato