Notícias
Escrito por FENADADOS  22/02/2018
Serpro: Trabalhadores querem negociar

A oitava mesa de negociação com o Serpro ocorreu nesta quarta-feira (21/02/2018) nas dependências da empresa, em Brasília-DF.

A Representação dos trabalhadores, em uma demonstração tácita de que tem por objetivo negociar, apresentou uma contraproposta à empresa, a saber: Acordo Coletivo de Trabalho ACT por um período de 2 (dois) anos, com a reposição da inflação dos dois períodos e a renovação das cláusulas constantes no atual Acordo.  Com o compromisso de debater e discutir com os trabalhadores a proposta de escala de revezamento 12 X 36 e de Hora Extra apresentadas pela empresa.

Com o resultado da discussão com os trabalhadores as negociações com o Serpro ocorreriam através de um grupo de trabalho específico sobre escala de especial.

O Serpro solicitou um prazo de 15 (quinze) dias, para analisar e se posicionar a respeito, com isto nova rodada de negociação ficou agendada para o dia 14 de março de 2018.

Queremos crer que, assim como os trabalhadores a direção da empresa efetivamente negocie e busque a alternativa para o fechamento desta Campanha. Lembrando que negociar trata-se da arte de transigir. 

Clique aqui e leia a ata

 

Presidente da Fenadados, Carlos Alberto Valadares (Gandola) alertou os deputados, na Assembléia Legislativa do Pará, que a venda do Serpro e da Dataprev colocará em risco a paralisação do governo, caso empresa privada descumpra contrato. Também lembrou que o comprador terá exclusividade na prestação do serviço ao governo, acabando com a isonomia no mercado, que hoje através de licitações se habilita a prestar os serviços de informática.

Fenadados no Facebook


Entre em contato